Acre decide decretar situação de emergência ambiental devido às queimadas e seca dos rios

Acre decide decretar situação de emergência ambiental devido às queimadas e seca dos rios

Diante do cenário preocupante devido ao alto índice de queimadas ambientais e alerta de seca severa do Rio Acre, o governo do Estado decidiu, após reunião realizada nesta segunda-feira, 31, decretar emergência ambiental. De janeiro até este mês de agosto, foram registrados mais de 6 mil casos de doenças respiratórias na capital Rio Branco, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesacre).

Os critérios que levaram o governador Gladson Cameli a decretar emergência ambiental foram apresentados pelo Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental (Cigma). O decreto deverá ser publicado no Diário Oficial desta terça, 1º.

“Estamos no meio de uma pandemia e fazendo o possível para tentar chamar a atenção das pessoas, para os problemas que as queimadas trazem para a saúde da população. É tolerância zero para os crimes ambientais. Não dá para continuar como está, principalmente na zona urbana”, disse Cameli.

O acumulado de focos de queimadas no estado do Acre já soma 4.044 em 2020, sendo que 3.578 foram registrados somente neste mês de agosto, conforme dados do Satélite de Referência (Aqua Tarde). Neste último final de semana, entre sábado, 29 , e domingo, 30, houve registro de 719 focos de queimadas.

FONTE: AC24HRS

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS: 0
DISQUS: 0
WhatsApp chat