Após ficar cinco meses fechada por causa da pandemia, OCA retoma atividades com 30% da capacidade

Após ficar cinco meses fechada por causa da pandemia, OCA retoma atividades com 30% da capacidade

Depois de mais de cinco meses com as atividades suspensas, a Organização em Centros de Atendimento (OCA) de Rio Branco, voltou com os atendimentos presenciais nesta terça-feira (25), com 30% da capacidade.

A portaria da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) com as medidas que devem ser adotadas foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE). A Oca de Xapuri também retoma as atividades presenciais nesta terça.

Os atendimentos presenciais na OCA estavam suspensos desde o dia 18 março, quando a Secretaria de Saúde e o governo confirmaram três casos do novo coronavírus no Acre. A medida tinha como objetivo evitar aglomerações e a propagação da doença. Os atendimentos eram feitos de forma remota.

A portaria da Seplag determina que a retomada das atividades deve ocorrer de forma gradual e obedecendo a adoção das medidas mínimas previstas pelos órgãos de saúde e vigilância Sanitária como forma de prevenção ao contágio da Covid-19.

A diretora da Oca, Francisca Brito, disse que o retorno dos atendimentos presenciais ocorre após a adoção de várias medidas de prevenção. No primeiro dia de retorno, a diretora disse que a procura está sendo tranquila.

“Nós voltamos hoje com as atenções à bandeira e, nesse estágio, nessa etapa amarela, os atendimentos presenciais podem retornar e abrimos, mas abre em contingenciamento”, explicou a diretora.

Antes do período de pandemia, a capacidade de atendimentos era de 6 mil pessoas diariamente. Com a redução, a média diária é de 1,8 mil. São cerca de 150 atendimentos por hora para evitar aglomeração. O horário de atendimento vai ser de 7h30 às 13h30, em expediente corrido.

“Aqui dentro a gente se preparou durante todo esse tempo para receber as pessoas. Todos os nossos servidores estão com equipamento de proteção, a gente tem álcool em gel espalhado na central, temos a barreira de acrílico nos balcões de atendimento, fizemos uma porta para agendamento, uma por demanda espontânea e outra só para sair, para evitar que as pessoas se esbarrem. A gente remodelou as esferas modelando espaçamento de dois metros”, contou sobre as medidas adotadas.

Atendimentos presenciais retomaram nesta terça-feira (25) — Foto: Lidson Almeida/Rede Amazônica Acre

Atendimentos presenciais retomaram nesta terça-feira (25) — Foto: Lidson Almeida/Rede Amazônica Acre

Orientação

A diretora explica que alguns órgãos vão fazer o atendimento de forma espontânea e outros seguem com agendamento. Além disso, alguns não voltam com os atendimentos na OCA e permanecem na sede.

Veja quais não voltam para a OCA nesta etapa:

  • Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa);
  • Energisa;
  • Instituto Socioeducativo do Acre (ISE-AC);
  • Junta Militar;
  • Correios;
  • Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC)

“Nós estamos trabalhando para que a maioria seja por agendamento porque, assim, evitamos aglomeração aqui”, pontuou.

A diretora ainda orienta e pede para que as pessoas que forem até a central em busca de atendimento não levem crianças e nem idosos e usem máscara.

“Vir só se for um caso de necessidade mesmo porque muitos atendimentos podem ser feitos remotamente. A gente estava fazendo nesse período alguns atendimentos por agendamento e outros por telefone, pelas nossas redes sociais e somando tudo que nós atendemos nesse período de pandemia, foram quase 45 mil atendimentos”, acrescentou.

A orientação é que as pessoas entrem em contato por meio dos telefones da OCA antes de ir de até o local por meio dos telefones: (68) 3215-2427; (68) 3215- 2445; (68) 3215-2411; (68) 3215-2475 e também do site.

Etapas

O atendimento da OCA deve continuar de forma gradual conforme as etapas do Pacto Acre Sem Covid.

Durante a etapa três, mantida no período do nível de atenção do Pacto Acre Sem Covid, o atendimento continua por meio de agendamento de horário definido previamente e com funcionamento de, no máximo, 30% de sua capacidade de atendimento presencial. Durante a etapa quatro, no nível de cuidado, o funcionamento permanecerá mediante agendamento de horário definido previamente e com funcionamento de, no máximo, 50% de sua capacidade de atendimento presencial.

A retomada do funcionamento completo da Oca com sua rotina normal e 100% de sua capacidade de atendimento acontecerá 90 dias após o controle da evolução da pandemia do novo coronavírus, seguindo o que o governo já havia determinado para a volta do atendimento administrativo.

FONTE: G1ACRE

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS: 0
DISQUS: 0
WhatsApp chat