Jorge, Gladson e Petecão são citados em reportagem sobre crescimento de 40% em verba gasta com jatinhos

Jorge, Gladson e Petecão são citados em reportagem sobre crescimento de 40% em verba gasta com jatinhos

AC24HORAS: Os senadores Jorge Viana (PT), Sérgio Petecão (PSD) e Gladson Cameli (PP) foram citados em uma reportagem da revista Veja sobre o cresc

Prefeita Marilete assina projetos de lei que cria auxílio-alimentação e abono para servidores da saúde
Sistema socioeducativo abrirá mais de 1.500 vagas para novos cursos

AC24HORAS: Os senadores Jorge Viana (PT), Sérgio Petecão (PSD) e Gladson Cameli (PP) foram citados em uma reportagem da revista Veja sobre o crescimento de 40% na verba gasta por senadores com jatinhos. Segundo o material publicado no portal da revista, os gastos dos parlamentares aumentaram nos últimos três anos, quando os senadores teriam usado a cota parlamentar para despesas com combustível de aviação para as próprias aeronaves, fretamento de aeronave ou táxi aéreo para trajetos corriqueiros.

A reportagem não informa se os gastos dos três senadores acreanos foram com combustível para aviões, fretamento ou passagens aéreas. A revista informa ainda que não conseguiu achar os senadores Jorge Viana e Sérgio Petecão. Gladson Cameli, segundo a matéria, quis se manifestar. O petista Jorge Viana informou que não foi procurado pelos repórteres de Veja. Ele destaca que seus gastos com passagens aéreas estão dentro do previsto de sua atividade parlamentares em Brasília e no Acre.

“Faço fretamento aeronave uma vez por ano, mesmo assim, esse fretamento acontece porque tenho que visitar municípios que não são atendidos por voos de carreira. É de conhecimento públicos que apesar de todos os avanços, no Acre ainda temos cidades isoladas que o acesso acontece por via fluvial ou aérea. Algumas vezes fiz essas visitas de barco, mas diante da rotina atribulada de um parlamentar, somos obrigados a fazer esse trajeto via aérea, mas garanto que não tenho jatinho para abastecer”, diz Viana.

Por telefone, o senador Gladson Cameli informa que não foi procurado pela reportagem da revista Veja. “Em nenhum momento fui consultado sobre o aumento dos gastos com combustível para aeronave. Não sou proprietário de avião. A questão é que precisamos visitar alguns municípios que o acesso na maior parte do ano é via aérea, mas essas despesas são públicas. Visitamos a comunidades isoladas para saber quais as demandas da população daquelas localidades. Não vamos a passeio”.

Sérgio Petecão afirma que, “esse ano não fretei nenhum avião. O dinheiro que eu gasto é com passagem aéreas no trajeto de Rio Branco/Brasília. Pode colocar aí que não tenho essa despesa com fretamento de avião. O que eu gasto é em combustível das viagens de carro, voadeira e rabetinha. Inclusive, semana passada fiz uma viagem de 15 horas de rabetinha que quase eu morro. Se tentaram contato foi durante minha viagem pelos rios. Jatinho quem tem é o Montana, mas é de controle remoto”.

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS: 0
DISQUS: 0