Preço da gasolina sobe no país há sete semanas seguidas e bate recorde

O preço médio do litro da gasolina no país subiu pela sétima semana consecutiva, de 4,052 reais a 4,053 reais, e renovou o recorde no ano. Os dados

Mesmo com redução da Petrobras, preço do gás de cozinha não baixa do Acre
Procurador ridiculariza argumento esquerdista sobre prisão em segunda instância
Governo negocia liberação de brasileiro detido na Venezuela

O preço médio do litro da gasolina no país subiu pela sétima semana consecutiva, de 4,052 reais a 4,053 reais, e renovou o recorde no ano. Os dados são de levantamento Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) realizado junto a 3.153 postos. O etanol e o diesel também subiram.

O valor do combustível cobrado ao consumidor é definido livremente pelos postos. No entanto, a Petrobras reajustou os preços cobrado das distribuidoras na refinarias em 2,97%, em cinco ajustes diários. As mudanças fazem parte da política da empresa adotada desde julho, e o preço da gasolina cobrado pela estatal subiu 24,78% no período.

O preço médio do etanol voltou a subir, após uma semana de estabilidade, indo de 2,827 reais a 2,852 reais por litro. O dado leva em conta pesquisa em 2.857 postos. O maior valor no ano até agora foi registrado em janeiro, de 2,931 reais.

O diesel subiu após ter registrado queda na semana anterior, e foi de 3,441 reais a 3,463 reais. Nas refinarias, o produto teve alta de 0,66% na semana, e acumula valorização de 18,87% no ano.

 

Com informações da veja.

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS: 0
DISQUS: 0