Empresário boliviano é assassinado com 6 tiros em restaurante de Epitaciolândia

Empresário boliviano é assassinado com 6 tiros em restaurante de Epitaciolândia

Era por volta das 12h50 quando moradores da cidade de Epitaciolândia, precisamente da Avenida Internacional, foram surpreendido por barulhos de vários disparos que vinham de um restaurante conhecido como Polho Mania, de propriedade de um boliviano que vendia frango frito.

Foi quando perceberam que um homem trajando paletó teria feito os disparos da rua para dentro do estabelecimento. O suspeito teria saído rumo ao bairro Satel pela rua Bahia, onde uma pick-up estaria lhe esperando.

Foi quando perceberam que o proprietário, Tony Gomez Leverenz, de 45 anos e nacionalidade boliviana, teria sido atingido por cerca de quatro disparos e caiu ferido dentro de seu estabelecimento. Um dos disparos atingiu o lado direito do pescoço e o projétil saiu pelo maxilar do mesmo lado.

Três dos disparos lhe acertou as costas, região lombar esquerdo e suspeita que uma transpassou o corpo. Mais duas marcas foram encontradas no peito direito e uma no pescoço que saiu no maxilar direito. Devido a gravidade dos ferimentos, Tony não resistiu e foi a óbito no local, antes mesmo da chegada dos socorristas.

Homens da Polícia Civil e Militar foram até o local para tentar colher informações que levem ao suspeito e o motivo que o levou a tirar a vida do empresário. Foi informado que Tony estava almoçando em uma mesa na lateral do estabelecimento, quando o estranho lhe chamou para pedir informações sobre o estabelecimento e que queria alugar.

O suspeito sacou da arma, uma pistola calibre 9mm, e efetuou os disparos contra a vítima de aproximadamente três metros de distancia. Várias testemunhas comentaram que o homem teria circulado pela redondeza desde esta sexta-feira, dia 22.

No momento do assassinato, este teria descido de um carro de passeio branco em frente e andado até a rua lateral para chamar o empresário. Após efetuar os disparos, saiu andando pela rua até entrar numa pick-up que lhe aguardava.

Várias câmaras de segurança estão sendo analisadas para tentar descobrir o assassino e os veículo que lhe deram auxilio na chegada e na fuga. O corpo foi levado para a Capital do Acre, Rio Branco, para o IML e realizar os exames de praxe.

Nenhuma das hipóteses estão sendo descartadas no momento pelas autoridades de Epitaciolândia que assumiram o caso. Muitos curiosos e amigos estiveram no local.

 

Com informações do site O Alto Acre.

 

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS: 0
DISQUS:
WhatsApp chat