Xingada de “puta enrustica” por médico, ex-prefeita aguarda Justiça; relembre o caso

Xingada de “puta enrustica” por médico, ex-prefeita aguarda Justiça; relembre o caso

O processo contém a Ata Notarial contendo a transcrição dos diálogos do grupo denominado “CONFRA 🍸 🍺 🍖”. [foto reprodução].

Em abril de 2019, o funcionário público municipal do Programa Federal “Mais Médicos”, Sr. Thiago da Silva Rocha, compartilhou áudios onde chamava a então prefeita de Tarauacá, Marilete Vitorino, de “puta enrustida”, no grupo de WhatsApp, denominado “CONFRA 🍸 🍺 🍖”. 

A então prefeita, não deixou por menos, e processou o médico, requerendo retratação e indenização por danos morais, através do processo nº. 0700929-48.2020.8.01.0014, que tramita em caráter público. 

No processo, a Ata Notarial contendo a transcrição dos diálogos do grupo denominado “CONFRA ”. [foto reprodução].

A situação, mais de dois anos depois, ainda não teve desfecho e aguarda sentença do magistrado responsável pelo Juizado Especial Cível de Tarauacá, Dr. Fábio Alexandre Costa de Farias, que atualmente está em exercício substituindo o juiz Dr. Guilherme Aparecido do Nascimento Fraga.

Justiça, como sempre, segue lenta.

Relembre o caso

Em Tarauacá, médico xinga Prefeita de “puta enrustida” em áudio; ouça

No processo, a ex-prefeita destacou que “o direito civil não prevê qualquer excludente de ilicitude em razão de embriaguez, razão pela qual a responsabilidade civil do médico é medida que se impõe, ante as fartas provas juntadas nos autos”. 

O médico não foi localizado para comentar o assunto. 

Nota da Redação

As pessoas citadas na reportagem, caso queiram, poderão enviar texto em resposta para o e-mail [email protected] ou [email protected], cujo texto será publicado na íntegra. 

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS: 0
DISQUS: 0