Em áudio, homem faz denúncia chocante a favor de idoso morto por Covid-19, e desafia autoridades

Em áudio, homem faz denúncia chocante a favor de idoso morto por Covid-19, e desafia autoridades

Em Tarauacá, um morador indignado pela morte do seu vizinho, desafiou as autoridades de saúde à demonstração da verdade.

Nesta segunda-feira, 18/05/2020, foi confirmado o segundo óbito por COVID-19, no município, que já possui mais de 60 casos confirmados, 74 oficialmente monitorados em observação domiciliar, e apenas 9 curados. 

Segundo a versão oficial dos fatos, o óbito é de um idoso de 90 anos, residente no bairro Senador Pompeu, e o mesmo apresentava comorbidades e deu entrada no hospital na madrugada de sábado, com um quadro de falta de ar grave. O paciente já tinha sido testado para COVID-19, com resultado negativo. Diante do quadro característico, foi realizado um novo teste, dessa vez com resultado positivo.

Essa é a versão oficial dos fatos. 

Ainda a crer na versão oficial das autoridades locais de saúde, o quadro clínico do paciente se agravou rapidamente, não havendo tempo hábil para transferi-lo para o Hospital do Juruá, e ligeiramente o idoso faleceu. Este é o 2º óbito, em menos de 30 dias, em Tarauacá. 

OUTRA VERSÃO DOS FATOS

A versão oficial, porém, foi desafiada e atacada pelo tarauacaense conhecido por Gricélio, que em áudio pormenorizou os fatos ocorridos dentro do hospital local.

O idoso morto por Covid-19, trata-se do Sr. Francisco da Silva Braziliano, popular Sr. Chaga Taitinga.

No áudio, Gricélio explica detalhes da morte do seu vizinho, Sr. Chaga Taitinga, e chama de “conversa fiada a secretaria de saúde dizer que está tomando medidas cabíveis“. “Tudo é balela, tudo é papo fuleiro“, diz. 

Gricélio explica que há dez dias, ele próprio e os filhos do Sr. Chaga Taitinga estavam cuidando dele, seu vizinho  morto por negligência médica, diz ele. No áudio diz que a unidade hospitalar receitou apenas dipirona e complexo B, orientando que ficasse em casa. 

Ouça o áudio:

O morador explica que o médico errou no diagnóstico do idoso, que afirmou que estava com infecção pulmonar, uma pneumonia, afirmando que não estava infectado por Covid-19, e ato contínuo internaram o idoso, Sr. Chaga Taitinga, na enfermaria junto com pessoas doentes. Em seguida, o idoso morreu.

Todos os familiares do falecido tiveram diagnóstico confirmado para Covid-19. 

No Hospital Dr Sansão Gomes, “os médicos são ignorantes, faltam bater nos pacientes“. “Isso é uma irresponsabilidade, isso é negligência médica, porque tempo deu para encaminhar (Sr. Chaga Taitinga) para Cruzeiro do Sul“, desabafa. 

Gricélio afirma que o Sr. Chaga Taitinga foi contaminado dentro do próprio hospital, e que a causa morte foi inicialmente informada erroneamente. Na certidão de óbito consta “síndrome respiratória aguda grave; insuficiência respiratória aguda; COVID-19; doença pulmonar obstrutiva crônica”. 

Veja a certidão de óbito:

Nota:

Em Tarauacá, o primeiro óbito registrado por Covid-19, foi da Sra. Ana Vitor de Almeida, 96 anos, moradora do Bairro da Praia, que morreu dia 06 de maio, no Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul.

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS: 0
DISQUS: 0
WhatsApp chat